domingo, 11 de novembro de 2012

Índice de derretimento da cobertura de gelo no Oceano Ártico é assustador

Essas imagens reveladas pela NASA são assustadoras,nos impressionam e nos levam a tirar conclusões apavorantes,aquecimento global,aumento do buraco na camada de ozônio,enchentes,furacões,tornados sempre existiram mas não com tanta frequência,o calor que faz no verão nos dias de hoje é insuportável,parece que nos falta até o ar para respirar,outro fato que me chamou a atenção  foi essa notícia:
"É a quantidades inéditas e dramáticas de metano - um gás de efeito estufa 20 vezes mais potente que o dióxido de carbono - foram vistas borbulhando até a superfície do Oceano Ártico por cientistas que realizavam uma vistoria extensiva da região.
A escala e o volume da liberação de metano deixou estupefato o chefe da equipe russa de pesquisa que há vinte anos vistoria o solo oceânico da Plataforma continental Ártica da Sibéria, na costa norte do Leste da Rússia Um dos maiores medos é que, com o desaparecimento do gelo marinho do Ártico no verão  e a elevação rápida das temperaturas em toda a região, que já está derretendo o subsolo congelado da Sibéria continental, os bolsões de gás metano presos poderiam ser liberado de repente na atmosfera, levando a um rápido e severo aquecimento global ."(www.ecoagencia.com.br)
 Sei que é um tema polêmico que muitos até irão discordar dessas imagens,todos sabem que imagens é muito fácil de se manipular,mas e os acontecimentos catastróficos qual sera a origem deles,com o tempo algumas cidades realmente irão ficar submersas é algo para se pensar seriamente.

Será que essas belíssimas imagens é só o que vai restar daqui alguns anos.














A mudança mais visível na região do Ártico nos últimos anos tem sido o rápido declínio da cobertura de gelo perene. O gelo perene é a parte do gelo que flutua na superfície do oceano que sobrevive o verão. Este gelo que se estende por vários anos representa o componente mais grossa da cobertura de gelo do mar. Esta visualização mostra a perene gelo do mar Ártico 1980-2012. O disco cinza no Pólo Norte indica a região onde não há dados de satélite são coletados. Um overlay gráfico mostra o tamanho da área, medido em milhões de quilômetros quadrados para cada ano. O '1980 ', '2008', e pontos de '2012 'são destaque de dados no gráfico. 

Plurianual gelo do Oceano Ártico


video

FONTE MATÉRIA/IMAGENS

4 comentários:

  1. Adorei as fotos ...
    fiz um post no meu balaio e indiquei vc passa la pra ver

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oiiii Fabi
      Que bom que gostou das fotos e muito obrigado por me indicar para o selinho!!!
      Abração!!

      Excluir
  2. Ainda acredita na hipótese do 'aquecimento global'? Esta farsa já está sendo desmascarada, amigo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi como coloquei na postagem,imagens são fácil de se manipular e notícias com a internet se espalham rápido em questão de segundos,mas e as tragédias que estão acontecendo,o que justifica isso tudo,está um caos,esses fatos me deixam com uma certa duvida!!
      Abração!!

      Excluir

SEU COMENTARIO É IMPORTANTE.

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails